Revestimento que reduz consumo de energia e emissões de CO2

Revestimento que reduz consumo de energia e emissões de CO2

O painel GELCLAD foi criado pelo consórcio liderado pelo Instituto Pedro Nunes (IPN)

Cerca de 20% a 60% de toda a energia utilizada nos edifícios está relacionada com o projeto e construção e onde, em mais de 35% dos casos, as paredes são responsáveis ​​por parte significativa de todas as perdas e ganhos de calor através do envelope do edifício.

O painel GELCLAD será um produto compósito sustentável, leve e pronto a aplicar. Será constituído por um núcleo de isolamento de aerogel e um painel impermeabilizante de ecoWPC, tudo numa só unidade fácil de manusear, capaz de atingir objetivos de alta eficiência energética e especialmente projetado para cumprir com as principais ações de renovação de edifícios desejadas pela UE.
• 45% de melhoria no desempenho do isolamento;
• Tempo de vida útil superior a 30 anos;
• Aplicação fácil e rápida;
• Custo/desempenho competitivo;
• Orientado para renovação de edifícios;
• Com respeito pelos princípios de sustentabilidade.

Gelclad

A disponibilização deste novo sistema de revestimento será especialmente importante para dar um novo fôlego ao setor da reabilitação urbana, obedecendo a critérios sustentáveis e ecológicos que não desconsiderem a componente humana”.

Jorge Corker, coordenador do projeto, considera que este novo sistema contribui para “reduzir o consumo de energia e as emissões de CO2, permitindo ganhos até 40% de eficiência de isolamento“. Acrescentou: “apresenta-se como um produto inovador que supera as propriedades oferecidas pelos sistemas de isolamento de fachada tradicionais e que terá um impacto real na poupança energética”.

Gelclad

Fonte: https://eco.sapo.pt ; https://www.ipn.pt ; https://www.gelclad.eu

Deixar uma resposta